sábado, outubro 30, 2010

quântica

Olha, passei da fase de fingir. Não vou dizer que faço questão da presença quando é irrisória. Não vou passar mão na cabeça nem fingir que a paixão de semana passada é pra sempre.
Paixão é vento, gente. Venta. Vai embora e pronto. Vale à pena, claro.
Tudo muito bonito essa semana toda. Meu deus meu ego é um problema sério. Nem é coisa de gente isso de querer ser centro de universo.
Porque se fossem vários universos faria sentido ser centro local.
Mas quem? Quem? Quem tem tanta gravidade?

3 comentários:

Thiara Pagani disse...

Ah, Dona Dia!
Passar aqui faz bem.
"Paixão é vento, gente. Venta..."
Eu concordo.

LUCIMAR SIMON disse...

Oi Aline, tudo bem gostei do espaço aqui legal, estou seguindo da uma passada la no meu espaço.

Até

Minha Lua disse...

verdade pura "paixão é vento"...
pra que ficar sofrendoo...acabou, acabou e ponto.