sábado, dezembro 16, 2006

O fim dos atos-falhos

Com sorte alguma pedra entraria no sapato e ela sentiria tanta dor que estancaria.
Ela precisava de um motivo para não seguir em frente. Aquele filho-da-puta não entendia que ela simplesmente não podia mais? Respirou o mais fundo que pode antes dos tapas na cara temperados com lágrimas dela. As faces dele se coloriram dum vermelho lógico e ela pode recuar. Foi para a sua casa e ele que ficasse só.