domingo, julho 06, 2008

Velha

O problema é que ela não sabia o que faria depois de se levantar daquela pedra e abandonar a sombra daquela árvore. Gostava do cheiro de mato e areia daquele lugar, mas tinha que prosseguir para mais goiabas e talvez até uma jornada em outro lugar.
Tinha dito que queria estar longe, ser forte e não ter mais nenhum medo. Mas estava assustada com tudo que poderia ser e inclusive com o que tinha acabado de perceber que já era.
Olhando à volta via pouco além de leite na lata e crianças sujas. Olhando pra dentro via pouco além de mágoas e vontade de não se ser.
Teria que assumir que o problema não era da árvore nem das crianças. O leite deveria ter sido tirado há pouco tempo da vaca e, se ela tivesse forças, derramaria-o e se esqueceria de tudo que não queria se lembrar enquanto ele se misturasse ao chão.
Levantou, devia pegar as goiabas antes que elas caíssem do pé.